A manutenção preventiva é uma importante ferramenta em qualquer planejamento e controle de instrumentos, uma vez que a sua principal função é a coleta periódica de dados com o objetivo de gerar um histórico para analisar o desempenho do processo. Essa frequência de aquisição de dados pode variar de acordo com cada instrumento, política e normas da organização.

É através dos instrumentos de medição que os dados sobre seus equipamentos em operação e indicadores para toda planta industrial são gerados, portanto o acompanhamento direto e constante é imprescindível para evitar erros e falhas, reduzir custos, prolongar a vida útil dos seus instrumentos e principalmente aumentar confiabilidade e qualidade dos seus processos.

Receba nossos conteúdos!


O que acontece quando não realizamos a manutenção preventiva?

Como vimos a manutenção preventiva, se feita adequadamente, pode trazer diversos benefícios, como o seu nome já diz “preventiva” tem um caráter antecipativo, já que seu principal objetivo é anular qualquer probabilidade de erros, falhas ou parada dos equipamentos.

Lembrando que o uso frequente e o ambiente que seus instrumentos de medição operam são um dos fatores que pedem a atuação da manutenção preventiva.

Agora, quando a empresa opta por não realizar a manutenção problemas podem ser acarretados nos instrumentos de medição, como:

– Aumento de Custos

– Erros e falhas e Paradas devido à falta de manutenção;

– Indicadores incorretos

– Perda da confiabilidade do processo

– Reduz a vida útil dos instrumentos

Leia também: INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL – TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER

Quais os problemas para a Indústria? 

A falta de manutenção ocasiona indicadores incorretos para toda a planta industrial e tem ligação direta com problemas nos resultados da organização. Dados que não são confiáveis prejudicam a produção como um todo e podem disparar ações e tomadas de decisões errôneas, ou seja, o início de um ciclo de erros a partir de um instrumento sem manutenção.

Além da geração destes dados inexatos, prejuízos financeiros podem acontecer, pois ações e tomadas de decisões muitas vezes exigem investimentos de tempo e dinheiro. Pode-se tomar como exemplo, um medidor de vazão na qual não foi realizada a manutenção preventiva correta, ou seja, apresentou erro de calculo de medição de um tipo de fluido, logo a produção estará comprometida.

Números incorretos podem gerar muitos problemas, com a vazão de um instrumento não poderia ser diferente, saiba qual a importância de realizar o cálculo de vazão corretamente

Para saber mais sobre como realizar a manutenção preventiva em seus equipamentos de medição, entre em contato conosco!

Entre em contato conosco!