A rotina das indústrias não depende exclusivamente da qualificação e agilidade do profissional operador de máquinas para acontecer, mas também do funcionamento ininterrupto dos equipamentos durante todo o horário de expediente.

Para que isso aconteça, é preciso que as empresas tenham um planejamento de parada programada para a manutenção de máquinas e correção de problemas que possam afetar o cronograma de entrega de cada linha de produção.

Para te ajudar, separamos algumas dicas valiosas:

Receba nossos conteúdos!

Ter planejamento é economizar tempo e dinheiro

Para que a parada programada parcial não extrapole o horário previsto, você deve mapear rapidamente os motivos das paradas dos equipamentos, para que seu fornecedor possa realizar a manutenção por ordem de prioridade. Em caso de parada total da linha, é necessário que o planejamento de entrega dos produtos seja antecipado, para que não prejudique os clientes e a lucratividade da empresa.

O ideal é que você anote todas as paradas previstas na rotina da produção, o tempo de duração de cada uma e em qual dos turnos ela ocorrerá. Assim você planeja a parada, realiza a manutenção, diminui o risco de perdas na produção e traça um plano de ação para compensação destas perdas.

Estabeleça uma rotina de manutenção preditiva e preventiva

Ao realizar as manutenções preditiva e preventiva do equipamento, você se coloca à frente de possíveis problemas graves que possam parar a linha de produção e afetar a lucratividade da empresa. Por isso, realize periodicamente a análise de dados e a inspeção de campo para acompanhar a performance dos equipamentos e prevenir gastos desnecessários.

Leia também: Manutenção preventiva – por que realizar em instrumentos de medição?

Converse com o gerente de produção

Você como gerente de manutenção ou técnico de instrumentação, precisa alinhar o seu trabalho ao dia a dia da fábrica. É preciso que você conheça os horários de pico da produção para que um cronograma de parada programada possa ser alinhado, por isso, converse com o gerente de produção da linha e entenda os problemas e a rotina dos operadores e das máquinas, para que a atuação seja assertiva.

Oriente e escute os operadores

Ninguém melhor do que o operador de máquinas para sinalizar quando um equipamento não está operando adequadamente, não é mesmo? Por isso, é importante que o gerente de manutenção oriente os colaboradores a identificarem KPI’s (Key Performance Indicator) que podem ser essenciais na hora da manutenção.

Para que a parada programada parcial não atrapalhe o trabalho da equipe de produção, é preciso que o equipamento em manutenção esteja bem sinalizado e que os horários de parada fiquem à vista de todos. Fazer reuniões curtas no início do dia também deixa a equipe alinhada e previne riscos de parada corretiva emergenciais.

Leia também: Qual a importância de fazer o cálculo de vazão corretamente?

Escolha um fornecedor de manutenção que entenda a sua demanda

São muitos os casos em que fornecedores menos preparados para entender e atender as demandas de paradas de máquinas acabem por atrasar seus serviços e seus produtos, causando grandes transtornos para seus clientes na execução da manutenção programada.

Nome deste transtorno? Prejuízo! A Technoflow é extremamente preocupada com os prazos de atendimento e a garantia de suprimentos para as paradas de máquinas. Esta é uma das nossas especialidades.

Para saber mais sobre parada programada, entre em contato conosco!

Entre em contato conosco!